sábado, 22 de agosto de 2015

Batman Vs Christ : A Origem da Ekklësia



Leia Mais…

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

domingo, 16 de agosto de 2015

Igreja para quem não gosta de igreja

Leia Mais…

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Vivendo sem máscaras

Leia Mais…

domingo, 2 de agosto de 2015

Não tenha medo do "ungido"

Olá Pessoal.
Faz um tempão que não escrevo para o blog Açaí na Panela. Contudo, quero expressar minha gratidão a todos leitores (as) do Blog. Que o Senhor possa abençoar todos!

Hoje retorno com um texto intitulado, Não tenha medo do “ungido”.

Então vamos lá.

Há algum tempo atrás quando eu ainda era vinculado à uma igreja e quando eu estava expressando no blog, minha opinião acerca da religiosidade, para ser mais preciso, acerca do evangelicalismo brasileiro do século XXI e dos rumos da igreja local, a qual eu fazia parte; disseram me que eu deviria ter cuidado (tenha medo) de “tocar no ungido”.

Farei uma pequena pausa, antes de prosseguir. A expressão “tocar no ungido” é muito usado em algumas igrejas para manter a massa sob controle. Não irei falar sobre a expressão, quem sabe em um próximo texto.

Naquela época me disseram que eu deveria ter cuidado no que eu escrevia pois quem fala de algum “ungido” estaria em sérios perigos, como aconteceu com os jovens que chamaram o Profeta Eliseu de careca (II Reis 2. 23-25). É galera, usaram esse exemplo quando me chamaram para conversar. Mero discurso religioso que tinha no intuito de me convencer pelo medo.

Um tipo de discurso que diz coisas do tipo: obedeça ao líder, pois ele é “ungido”, esteja debaixo da “unção”... dentro da “visão”, fique deixo da cobertura espiritual do “ungido”, blá, blá, blá.


Assim é a religião uma máquina alimentada pelo medo, pela culpa e pela ganância.

Resumindo a minha história, pois dizem que textos longos são desinteressantes, depois daquela conversa que tentaram me deixar com medo, eu segui em frente com meus pensamentos e continuei expressando sobre o assunto, segui em frente, sendo influenciado C.S.Lewis (em especial por O Regresso do Peregrino), G.K. Chesterton, Ed Rene Kivitz, entre outros.

Graças a Deus, não me arrependo do meu posicionamento para com os “ungidos”. Deus me abençoou abundantemente e tem me abençoado. Em tudo sou grato!

Desta forma lhe digo: Não Tenha Medo do “ungido”! Note que tenho colocado a palavra entre aspa. Isso significa muito! Discursivamente falando.

Agora é importante perceber que o necessário é pertencer ao Cordeiro. Pertencer ao Caminho. Entender que o Movimento de Jesus não se comparar à religiosidade de muitos ditos Evangélicos. É necessário perceber que o Movimento de Jesus resignifica o que religião.

Não vou me prolongar. Direi somente: Não tenha medo dos “ungidos”!

Leia Mais…

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails