quinta-feira, 5 de novembro de 2009

A Princesa das Sandálias derretidas


O poeta Samuel Rosa já disse: “É como não sentir calor em Cuiabá”

Alguns dizem que esta postagem é uma versão Cuiabana do clássico conto “A cinderela”, mas já te antecipo, se você tem muito que fazer não leia esta postagem, pois é meramente para entretenimento, caso queira algo mais sério e edificante passe para próxima postagem.

Numa tarde de sábado, a princesa Lu e sua fiel amiga, resolveram passear pelo reino; Saíram do palácio “Não Sei Onde”, dispensaram a carruagem e foram andando pelo reino, pois queriam ver os camponeses de perto. Na verdade a princesa Lu, queria mesmo era desfilar com sua sandália radiante e ofuscar os olhos das pobres plebéias.


Elas caminharam e caminharam
Ate chegarem à cabana do blogueiro
Como todos sabem, os blogueiros são seres mitológicos

Na cabana do blogueiro, elas tomaram uma bebida estranha, bem típica deste reino
O blogueiro teria que levá-las ao encontro de outra amiga
Neste reino, são as mulheres que ditam as leis… elas teriam que se reunir para decidir o futuro dos mundos

Mas da cabana do blogueiro até a casa da outra amiga da princesa
Algo misterioso aconteceu
As sandálias da princesa derreteram (pois era de material sintetico, semelhante plastico), acredito que o sol resolveu ensinar algo a destemivel princesa

A princesa já não consegue retirar suas sandálias de seus pezinhos
Agora se procura em todo reino um valente para retirar a sandálias da princesa

Procura-se um valente de armadura reluzente, com um escudo vermelho e um grande “B” em relevo pra retirar as sandálias derretidas

Pois se as sandálias da princesa permanecer por mais tempos nos pés dela, o reino de “Não Sei Onde” viverá em eterno inverno.

você é esse valente?

Nota do editor: historia ficticia, resultande de uma sabado quente em compania das pessoas que foram citada na historia.


4 comentários:

Laura Pinheiro disse...

oi acho que não entendi muito o recado da historia! rsrsrs
se puder me explica!

fique na paz!

Henrique Damasceno disse...

Não entendi também...oO
O que tinha na bebida (rsrsrs)???

Brincadeira querido... Embora eu não tenha entendido, assim como nossa querida irmã Laura (imagino que há um destinatário para a menságem), tenho que elogiar a forma com que o texto foi escrito. Parabéns!!!

Tente escrever roteiros de peças teatrais, acho que você leva jeito.

Busque no Youtube "jardim do inimigo"... é mais ou menos o que eu quero sujerir...

Shaloom!!!

Fabio Faith disse...

Querida Laura e amado Brother Rik
bem, tanto este texto, quanto "o dia que a noiva esqueceu o casamento" e o "a felicia de Frutal" sao texto bem restritos mesmo, nenhum deles tem o objetivo de algo edificante, apenas Zuação!!

Sao fatos que surgem do dia a dia...ou duma corversa no msn, como é o caso do texto "Felicia de Frutal"

este texto, se refere ao fato dum dia, duas amigas e irmas da minha igreja vieram aki em casa, uma estava com uma sandalia e como o dia estava bem quente, ou melhor, por que aki é sempre quente a sandalia dela estava quase derretendo...entao surgiu dai a estoria da "princesa da sandalia derretida"

Como disse é apenas um texto pra relaxar
pena q sao texto para publico especifico, como o Rik mesmo disse
tem um destinatario

o interessante, q sao texto inacabados...entao cada leitor pode dar o desfecho que achar melhor

Gde Rick, valeu pelo dica
conheço sim o pessoal do "jardim do inimigo"

Anônimo disse...

Só vc mesmo pra fazer uma zuação desta hein Fabio!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails