terça-feira, 22 de junho de 2010

O Combustível

A felicidade que Deus destinou às suas criaturas superiores é a felicidade de estarem livre e voluntariamente unidas a ele e umas às outras, num êxtase de amor e alegria [...] Deus nos criou do mesmo modo como um homem inventa um motor. Ora, um automóvel feito para andar com gasolina não andará bem com nenhum outro combustível; e Deus projetou a máquina humana para andar à base dele mesmo. Ele é o combustível que o nosso espírito foi projetado para queimar, o alimento que fomos feitos para consumir; não há nenhum outro. É por isso que não adianta pedir a Deus que nos deixe ser felizes à nossa maneira, sem termos de nos preocupar com "religião". Deus não pode nos dar uma felicidade e uma paz independentes dele, simplesmente porque não existem. Não há sucedâneos para ele.

(LEWIS, C. S. Cristianismo puro e simples. São Paulo: Martins Fontes Editora, 2005, p22).

2 comentários:

::Blog da Deisi disse...

Olá! tudo bm? esta tudo muito trii akiii! ótima postagem!!Abraços!Fique com Deus!

Laura Pinheiro disse...

olá querido irmão é sempre um prazer ler seus textos, curtos e tão objetivos, é a mais pura verdade o homem não funciona sem Deus!

fique na paz!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails